Voluntariado Digital

O que antes era visto como uma atividade exclusiva de quem poderia ir até o local, algo que já trazia uma pedra no caminho pois gerava um primeiro custo: a locomoção. Uma certa falta de maleabilidade, por parte das instituições era a segunda pedra no caminho.

 Hoje tudo está diferente, o voluntariado já se renovou e está de portas “digitais” abertas para receber quem queira doar seu tempo e da forma que mais lhe for conveniente adequando uma realidade virtual extremamente presente nos lares do mundo a fora. E isto está sendo visto, por muitos especialistas como a salvação do voluntariado.

Segundo a agência  da ONU especializada em fazer essa essa ponte entre os interessados em doar seu tempo e as OSC, a Online Volunterring, o “Voluntariado online é uma força para o desenvolvimento global” e os dados são realmente expressivos:  mais de 12mil voluntários por ano, 60% desses são pessoas de países em desenvolvimento, em 187 países engajados nesse tipo de voluntariado. E com um grau de satisfação mais do que 90% por parte das organizações em recebem esse tipo de atividade.

O princípio básico do voluntariado digital, sem dúvida, são os mesmos do voluntariado presencial, a vontade de ajudar, o comprometimento, e mais um: nesse caso o acesso à internet, onde tudo ocorre!

A pessoa combina com a instituição a tarefa e o tempo médio semanal, mensal, ou por projeto que vai desenvolver para ela. 

Muito ganhos são possíveis visualizar com esse tipo de atividade, e já são realizados:

  • Conectar instituições com pessoas de muito longe;
  • O voluntário poder realmente doar para a causa que acredita;
  • E da forma que acredita estar contribuindo melhor.

Hoje já existem instituições daqui no Brasil que colocam os possíveis interessados, potenciais voluntários, em contato com as ONG’s que estejam precisando e da forma que estão realmente precisando. Entre elas é possível citar: Atados (www.atados.com.br) e Phomenta (www.phomenta.og.br), mesmo que dentro de seus processos. Além das internacionais como a Online volunterring, (www.onlinevolunteering.org).

Para se ter uma ideia das inúmeras tarefas que são possíveis realizar como voluntário digital estão: traduzir e editar textos; realizar trabalhos de arte, design, ajuda em TI e em pesquisas; gerir e desenvolver projetos; realizar consultoria jurídica à distância; atuar na área de educação, mentoria e treinamentos à distância; entre tantas outras.

Essa atividade, mesmo dentro do que estamos vivendo – a quarentena  –  não seria, à princípio, afetada, muitos que atuam dessa forma podem mantê-la entre suas tarefas dentro da nova realidade.

Enquanto que o voluntariado presencial foi suspenso, em praticamente todas as organização.

Se você tem uma causa, ou gostaria de começar no voluntariado, não deixe de conhecer a modalidade, há uns 4 anos ela ganha mais e mais espaço no mundo todo, e não vai parar de crescer. Veja se alguma instituição tem a modalidade, e como pode atendê-la.

Tags:
Deixe um Comentário